CUBO DE RUBIK
E O GHOST CUBE

O "Cubo Mágico" é uma alusão ao desafio de se tentar trazer ordem ao caos. 
Professor Ernő Rubik, criador do "Cubo Mágico".

O "Cubo Mágico" ou Cubo de Rubik, é um quebra-cabeça tridimensional inventado pelo escultor húngaro e professor de arquitetura Ernő Rubik em 1974 durante o seu interesse em geometria, especialmente nas formas tridimensionais e sua construção.

Possui um mecanismo pivotante de 3x3x3, onde cada uma das 6 faces é coberta por 9 adesivos de mesma cor (tradicionalmente nas cores branco, vermelho, azul, laranja, verde e amarelo). Esta estrutura permite que cada face gire independentemente  misturando as cores. Apesar de sua simplicidade, uma vez que todos podem entender qual é o objetivo na primeira vez em que o segura nas mãos, é quase impossível de ser resolvido instintivamente devido as muitas etapas ao remontá-lo. 

O recorde oficial em velocidade de montagem pertence ao garoto australiano Feliks Zemdegs que o resolveu em 4,22 segundos. Apesar deste recorde, um robô mecânico criado especificamente para esta finalidade, também conseguiu solucioná-lo em menos de 1 segundo, mais especificamente, 0,39 segundo.

A verdade é que solução do "Cubo Mágico" pode ser alcançado facilmente através  de “Algoritmos” que na forma comum de entendimento, não está necessariamente relacionado a computadores, mas simplesmente a uma quantidade de sequências lógicas de ações que foram criadas por pessoas comuns e que através de foco, dedicação de tempo e memória muscular, consolidaram métodos que resultaram em sua rápida resolução, parcial ou completa.

O Ghost Cube é uma variante do Cubo de Rubik, como uma peça sinuosa e não convencional, pertencente a uma categoria chamada de Shape Mods. Foi desenvolvido 

em 2008 pelo designer de quebra-cabeças mecânicos Adam G. Cowan , com o clássico 

mecanismo interno pivotante de 3x3x3, porém com solução diferente por fora. Seu sistema de eixos é reorientado dentro da forma hexaédrica, onde cada peça tem um formato único que serve de referência para a sua resolução ao invés de cores como é a característica orientativa do Cubo de Rubik. Inicialmente, trata-se de um cubo que requer um pouco mais de parâmetros para ser resolvido, sendo este, apropriado para associar ao conhecimento necessário para se operar o Mercado Financeiro.

A RELAÇÃO LÓGICA
DO "CUBO" COM O MERCADO FINANCEIRO 

Tudo que é criado pelo homem, pode ser descoberto ou decodificado através da pura e racional investigação da verdade, livre da influência de distorções pessoais e crenças cegas.

Podemos relacionar o processo para operar o Mercado Financeiro de maneira consistente, ao desafio de solucionar um "Cubo". Ao fazê-lo de forma aventureira e sem entendimento aprofundado, serão inúmeras tentativas e falhas dentro de um longo prazo, uma vez que o"Cubo Mágico" por exemplo, poderia gerar até 43 quintilhões de combinações  ( o número completo é 43.252.003.274.489.856.000 ). Por outro lado, mediante a correta observação do conhecimento, este processo de resolução pode ser acelerado progressivamente em dias, horas, segundos!


Apesar da alusão exemplificada, é importante acrescentar que operar o Mercado Financeiro na prática, envolve 2 tipos de variáveis: as ativas e as passivas em que o operador de mercado precisará se submeter para alcançar o seu objetivo:

1- As variáveis ativas estão sob o seu controle: Sua disciplina, seu foco, tempo de dedicação ao entendimento e à prática, reação à perdas e administração de ganhos no que abrange o gerenciamento de risco. Estes elementos são essenciais nesta trajetória que possui a mesma extensão para todos que irão percorrê-la.

2- As variáveis passivas não estão sob o seu controle: Fatores externos como por exemplo a dinâmica comportamental das cotações de mercado ( se estão direcional à alta, à baixa ou trabalhando de maneira lateralizada ); Operações de grande volume de outros players ou notícias de grande impacto econômico que desencadeiem movimentos agressivos na cotação dos preços, resultando por exemplo em "Slippages"que interferem nas entradas e saídas das suas operações. Em mecados mais especulativos, outros “Algoritmos” programados com estratégias defensivas ou ofensivas que reflitam comportamentos artificiais de agressividade predatória e por fim, eventuais problemas técnicos incluindo softwares e hardwares de fornecedores.

Estas duas variáveis exemplificadas, representam a realidade com a qual o trader comum deve lidar e apesar de parecerem árduas e intimidadoras, os Sistemas Wisdom Sets foram justamente desenvolvidos com a finalidade de proporcionar meios facilitadores às variáveis ativas ao mesmo tempo em que proporciona meios defensivos para as variáveis passivas.

Esta é a proposta da Wisdom Sets: Através da inteligência operacional e metodologia didática embarcada nos seus Sistemas, facilitar a evolução de aprendizagem do operador de mercado para que possam criar os seus próprios algoritmos de solução e consequentes resultados.

  • Grey YouTube Icon
  • Grey Facebook Icon
whats.png
logo wisdomsets txt color.png